quinta-feira, novembro 21, 2013

Das lembranças

"Nós, jovens, inconsequentes, tudo e tanto pela frente. Só queríamos nos divertir, compartilhar bons momentos, que sem pedirmos se tornaram eternos. Medo, paixões, aventura, comédia, asco, tudo a flor da pele Em um ambiente afro e paradisíaco fizemos nossa história. Os ritos do cotidiano ganharam um brilho de segredo e de sagrado."

Espero, de coração, poder um dia descrever cada fino detalhe daquelas férias memoráveis. A junção de tudo o que representou pra mim e para os que comigo estavam. Cada sílaba e delírio. Espero, de coração, poder falar sobre, já que é impossível reviver. E que venham outros, milhares, milhões, infinitos verões tão bons quanto aquele. Que sejam inesquecíveis e que eu diga, batendo a língua no céu da boca algumas vezes: "Ah, quem não viveu um verão inesquecível não sabe o que está esquecendo..."

Vitória

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Talk dirty to me...