domingo, abril 26, 2015

   Havia muito de você em mim e eu passei um tempo enorme selecionando tudo isso para jogar fora. Mandei o "você" em mim pra longe, evitei, reneguei. Deixei de alisar sua pele nua com a ponta dos dedos para agora seguir um rumo oposto e sombrio. Eu não sei por que eu falei disso agora e nem o que eu realmente quero dizer. Mas eu disse. Que bom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Talk dirty to me...